Atirador mata ao menos 1 cristão e fere outros 5 no Egito

Ataque em trem acontece dias depois de atentado em igreja ter deixado 23 mortos e 90 feridos em Alexandria na noite de ano-novo

EFE |

Pelo menos um cristão morreu nesta terça-feira e outros cinco ficaram feridos depois que um policial supostamente disparou contra eles em um trem que ia de Assiut, no sul do Egito, ao Cairo, informou uma fonte policial.

O policial teria atirado contra os passageiros após entrar no trem na estação de Samalut, a cerca de 250 quilômetros da capital egípcia. A fonte acrescentou que os feridos, dois dos quais se encontram em estado grave, foram levados ao hospital geral da governadoria de Al-Minya, perto de Samalut.

Um comunicado do Ministério do Interior egípcio emitido pouco depois indica que o suposto autor do ataque, identificado como Amre Ashur Abdelzaher Hassan, foi detido em sua residência em Samalut, após ter fugido do trem.

Segundo a nota, o morto tinha 71 anos e um dos feridos é sua esposa, de 61 anos. Os demais atingidos são três mulheres e um homem.

O governador de Al-Minya, Ahmad Dia Eddin, negou em declarações à televisão egípcia que haja qualquer viés de intolerância religiosa no incidente. O ataque desta terça-feira ocorre depois de um atentado em uma igreja ter deixado 23 mortos e 90 feridos em Alexandria, no litoral mediterrâneo do Egito, na noite de ano-novo.

O atentado de Alexandria - que ainda não foi atribuído a nenhum grupo, mas que tinha traços da rede terrorista Al-Qaeda - desencadeou uma onda de reações dentro e fora do país que pedem proteção aos cristãos e à liberdade religiosa.

    Leia tudo sobre: egitocristão coptasataqueal-qaedaterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG