Atirador mata 4 pessoas em shopping na Finlândia e foge

Helsinque - Quatro pessoas morreram nesta quinta-feira após o ataque de um atirador em um shopping center da cidade finlandesa de Espoo, vizinha a capital Helsinque. O suspeito, Ibrahim Shkupolli, 43, ainda está foragido, afirmou a polícia em comunicado.

iG São Paulo |

O crime ocorreu nesta manhã, por volta das 6h20 (horário de Brasília). As vítimas foram três homens e uma mulher.

Reuters
Policiais chegam ao shopping center

A mídia local afirma que uma quinta vítima, identificada como ex-mulher do suspeito, foi encontrada morta em um apartamento em Espoo.

Jyrky Kallio, delegado da polícia de Espoo, não quis, no entanto, confirmar à agência de notícias AFP que a mulher encontrada morta seja a companheira de Shkupolli.

Vestido de negro, Shkupolli disparou aleatoriamente no shopping, matando quatro pessoas. A suspeita é de que o atirador poderia estar nas imediações do shopping ou em uma estação ferroviária vizinha, que foi evacuada após os tiros. A companhia ferroviária VR recebeu instruções para que seus trens não parem na estação próxima ao shopping.

Policiais suspeitam que o agressor abriu fogo com uma pistola calibre 9 milímetros, segundo declararam à "Yle", TV pública da Finlândia.

O suspeito fugiu após o ataque e está foragido.

Outros casos

O ataque cometido nesta quinta-feira é o terceiro do tipo ocorrido no país nos últimos três anos.

Em 23 de setembro de 2008, um estudante de 22 anos matou nove colegas e um professor a tiros em uma escola de formação profissional de hotelaria na cidade finlandesa de Kauhajoki e depois se suicidou.

O agressor tinha divulgado na internet imagens e mensagens violentas e chegou a ser interrogado pela Polícia por causa disso, mas não foi considerado suspeito.

Em 7 de novembro de 2007, um estudante de 18 anos matou oito pessoas em um estabelecimento de ensino médio de Tusula, no sul do país, e depois se matou com um tiro na cabeça.

O massacre tinha sido anunciado em um vídeo que o autor postou no YouTube.

(Com informações da EFE, AFP e da Reuters)

    Leia tudo sobre: assassinatoatiradorcrimes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG