Atirador abre fogo e deixa mortos em escola na Finlândia

Um homem armado abriu fogo em uma escola técnica na pequena cidade de Kauhajoki, no oeste da Finlândia, e deixou vários mortos nesta terça-feira. A polícia ainda não confirmou o número de vítimas fatais nem o de pessoas que ficaram feridas.

BBC Brasil |

O prefeitos da cidade, Antti tantakokko, disse à BBC que o incidente fez "muitos" mortos.

A escola tem cerca de 250 alunos, acrescentou o prefeito.

O atirador tinha cerca de 20 anos e era estudante na instituição vocacional. A polícia disse que o jovem está sob custódia.

Tiros de pistola automática foram ouvidos durante o incidente. Uma testemunha descreveu a cena em que uma mulher coberta em sangue fugia do prédio da escola aos gritos. Policiais evacuaram o prédio da escola e outros em volta.

Suspeita-se que um vídeo postado no YouTube contendo imagens de um jovem praticando tiro ao alvo na pequena Kauhajoki, um povoado a cerca de 300 quilômetros de Helsinque, seja uma mensagem do responsável pelo incidente.

Em novembro, outro jovem armado matou oito pessoas em um episódio semelhante na escola secundária de Jokela, no sul da Finlândia. Depois, atirou em si mesmo, vindo a falecer no hospital.

Antes do incidente, o atirador postou diversas mensagens no site YouTube, em que indicava uma fascinação por armas e por uma ideologia de extrema-direita.

Este incidente foi o primeiro episódio do tipo já registrado em uma escola finlandesa.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG