Atentato ao norte de Bagdá mata sete e fere 30

Bagdá, 24 jul (EFE).- Um líder de um dos chamados Conselhos da Salvação - grupos de milicianos sunitas apoiados pelo Governo iraquiano - morreu hoje, junto com outras seis pessoas, em um atentado com carro-bomba cometido em uma zona comercial da cidade de Baquba, ao norte de Bagdá.

EFE |

Segundo fontes da Polícia, o ataque, que deixou 30 feridos, aconteceu por volta das 18h (12h de Brasília), perto de um restaurante popular freqüentado por agentes das forças de segurança, e não junto a um posto de controle, como foi informado inicialmente.

Entre os falecidos se encontram, Além do líder do Conselho da Salvação do bairro Nova Baquba, identificado como Naeem al-Dulaimi, também morreram no atentado o vereador Falah Hassan, um oficial da Polícia, um agente e três civis.

Entre os feridos, alguns dos quais estão em estado grave, há dois oficiais da Polícia e quatro agentes.

O ataque aconteceu enquanto as forças de segurança iraquianas concluíam os preparativos para uma ampla campanha militar contra a Al Qaeda e outros grupos armados da província de Diyala, da qual Baquba é capital. EFE am/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG