Pelo menos 30 pessoas morreram e 168 ficaram feridas em três atentados suicidas com carros-bomba, dois deles contra as embaixadas do Irã e do Egito, que em um intervalo de poucos minutos estremeceram Bagdá neste domingo. Os ataques aconteceram por volta das 11h20 locais (5h20 de Brasília).

AP
Atentados suicidas atingem Bagdá neste domingo

Atentados suicidas atingem Bagdá neste domingo

"Os ataques são atentados suicidas contra as embaixadas do Egito e do Irã", afirmou Qasem Ata, porta-voz do comando militar de Bagdá.

O alvo do terceiro ataque ao que tudo indica foi uma residência que pertence à embaixada da Alemanha.

Dois atentados com carros-bomba, claramente coordenados, foram executados no bairro de Mansur, zona oeste da capital, que abriga várias embaixadas.

Minutos depois, outra explosão aconteceu perto da representação diplomática do Irã no bairro de Salhiyeh, centro de Bagdá.

As janelas de vários imóveis quebraram e uma espessa fumaça cobriu Bagdá após as explosões, que aconteceram em um momento de tráfego intenso na cidade.

Oficiais dos serviços de segurança deram tiros para o alto para abrir caminho às ambulâncias, que foram enviadas aos locais dos ataques.

Os atentados aconteceram no momento em que os partidos políticos negociam a formação do próximo governo, quase um mês depois das eleições legislativas de 7 de março.

A votação foi vencida pela coalizão do ex-premeir laico Iyad Allawi, mas os resultados são questionados pelo chefe de Governo, Nuri al-Maliki.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.