Quatro carros-bomba explodem em diferentes bairros de Bagdá, deixando mais de 70 feridos

A explosão de quatro carros-bomba deixou ao menos 14 mortos e mais de 70 feridos na capital do Iraque nesta terça-feira, de acordo com a polícia e funcionários de hospitais.

Moradores observam local de ataque no bairro de Sadr City, leste de Bagdá
AP
Moradores observam local de ataque no bairro de Sadr City, leste de Bagdá

O primeiro ataque aconteceu no bairro de Sadr City, quando a explosão em um local onde trabalhadores buscam empregos temporários causou oito mortes. Minutos depois, um carro-bomba explodiu em frente a uma loja no mesmo bairro, deixando três vítimas.

Mais tarde, outro veículo com explosivos foi detonado perto de uma escola no bairro predominantemente xiita de Shula. Dois estudantes foram mortos e vários ficaram feridos, segundo a polícia.

Depois, um quarto carro-bomba estacionado em uma movimentada rua comercial do bairro de Hurriya explodiu, deixando um morto e vários feridos.

Os ataques acontecem após a retirada americana , concluída em dezembro, e em meio a uma crise política entre xiitas e sunitas.

No centro da crise está um mandato de prisão emitido pelo governo de maioria xiita contra o vice-presidente sunita Tareq al-Hashemi.

O governo do primeiro-ministro Nouri al-Maliki acusa Hashemi de ter pago seguranças para assassinar autoridades do governo – o que ele nega. Malili também pressiona pela destituição do vice-premiê, o sunita Saleh al-Mutlaq, por tê-lo comparado a Saddam Hussein.

Com isso, muitos sunitas acusam Maliki de estar agindo para tirá-los do poder. Pelo sistema de divisão de poderes instituído pelos EUA, o Iraque tem um primeiro-ministro xiita, presidente curdo e presidente do Parlamento sunita.

Com AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.