Atentados no Afeganistão matam seis civis e dois soldados estrangeiros

Dois soldados estrangeiros, um da Otan e outro da coalizão sob comando americano, assim como seis pessoas da mesma família morreram no Afeganistão em vários atentatos atribuídos aos talibãs.

AFP |

Um soldado da coalizão morreu em um ataque contra seu comboio no leste do país, segundo o Exército americano. A Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) da Otan também anunciou a morte, na sexta-feira, de um oficial na explosão de uma bomba de fabricação caseira no sul do Afeganistão. A nacionalidade das vítimas não foi revelada.

Na sexta-feira também morreram dois soldados estrangeiros em Kandahar, sul do país, em um ataque com bomba.

Desde o início do ano, 146 soldados estrangeiros morreram no Afeganistão, segundo o site independente icasualties.org.

Na noite de sexta-feira, seis pessoas da mesma família morreram na explosão de uma bomba na região leste do país, em mais um ataque atribuído aos talibãs.

A bomba explodiu na passagem do veículo da família. As seis vítimas, três mulheres e três homens, retornavam de da cidade de Herat, capital da provincia de mesmo nome, e seguiam para o distrito de Gozara.

Leia mais sobre: Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistãoatentado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG