Atentados na Índia: dezenas de estrangeiros permanecem retidos

Dezenas de estrangeiros permaneciam retidos nesta quinta-feira em Mumbai, após a série de ataques terroristas que deixou 125 mortos e cerca de 300 feridos na capital financeira da Índia, segundo autoridades e meios de comunicação.

AFP |

O ministério francês das Relações Exteriores revelou que entre 15 e 25 franceses seguem bloqueados nos hotéis, mas não como reféns.

Segundo a companhia aérea Air France, 15 membros de uma tripulação estariam bloqueados em um hotel de Mumbai, aguardando para voltar a Paris.

O governo em Tóquio informou que dez japoneses estão retidos nos hotéis Oberoi/Trident e Taj Mahal, sem precisar se são reféns.

"Dois ou três espanhóis" estariam retidos nos hotéis, revelou uma fonte diplomática em Madri.

A embaixada de Israel em Nova Delhi disse que entre 10 e 20 israelenses estão retidos em Mumbai, e que entre eles há reféns.

Roma informou que sete italianos permanecem bloqueados em hotéis de Mumbai, e as autoridades de Johannesburgo relataram sete sul-africanos retidos na cidade, todos membros da tripulação de uma companhia aérea.

As autoridades polonesas na Índia informaram que um cidadão polonês está bloqueado em um hotel de Mumbai, do mesmo modo que um casal de gregos, segundo a embaixada da Grécia em Nova Délhi.

Ancara revelou que três cidadãos turcos estão retidos em Mumbai.

De acordo com a imprensa local, dezenas de cidadãos estrangeiros ainda estão nos hotéis de Mumbai ocupados por homens armados e assediados pelas forças de segurança indianas.

emd/LR

    Leia tudo sobre: mumbai

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG