Atentados matam vice-governador e outros 5 no Iêmen

Sana, 16 jul (EFE).- O vice-governador da província iemenita de Al-Yoff e três de seus guarda-costas, assim como dois policiais, foram assassinados hoje em dois atentados supostamente perpetrados por rebeldes xiitas na região, informaram fontes policiais e tribais.

EFE |

O primeiro atentado ocorreu em uma estrada da região de Al-Zaher, em Al-Yoff, a 200 quilômetros ao norte de Sana, quando os rebeldes abriram fogo contra o comboio de veículos no qual viajava o vice-governador Abdelwahab al-Zabi e seus guarda-costas.

Fontes da tribo Al-Zabi, a qual pertence o vice-governador, responsabilizaram pelo atentado o grupo rebelde xiita Al-Shabab al-Momen (jovens fiéis).

Segundo as mesmas fontes, o clã Al-Zabi assegura que os "jovens fiéis" assassinaram o político em represália pela morte hoje mesmo de um dos dirigentes da milícia xiita em um enfrentamento em Al-Yoff, onde os rebeldes contam com dezenas de simpatizantes.

Várias testemunhas disseram à Agência Efe que dezenas de membros da dita tribo local, todos armados, se congregaram na zona de Al-Zaher, em Al-Yoff, onde se concentram os seguidores do grupo xiita, e não descartaram que possam acontecer novos enfrentamentos nas próximas horas entre ambos os bandos.

O segundo atentado aconteceu esta noite em Barat, também em Al-Yoff, onde supostos rebeldes xiitas atacaram com fuzis uma patrulha da Polícia iemenita em uma estrada da região e mataram dois agentes, segundo as mesmas fontes.

O Governo iemenita acusa os "jovens fiéis" de tentarem derrubar o regime republicano para estabelecer outro islâmico radical, e vários responsáveis iemenitas tinham denunciado um suposto apoio iraniano e líbio a essa milícia xiita. EFE ja/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG