Atentados matam ao menos 14 no sul afegão

Cabul, 13 ago (EFE).- Pelo menos 14 civis, entre eles mulheres e crianças, morreram na explosão de duas bombas postas pela insurgência talibã em diferentes pontos do sul do Afeganistão, informaram hoje à Agência Efe fontes oficiais.

EFE |

Na província de Helmand, 11 civis morreram quando uma mina explodiu na passagem do veículo em que estavam nesta quarta, no distrito de Gereshk, segundo o porta-voz do governador provincial, Daoud Ahmadi.

Ahmadi responsabilizou os "inimigos do Afeganistão" pelo ataque, termo frequentemente utilizado pelas autoridades locais para se referir à insurgência talibã.

Na província vizinha de Kandahar, três crianças morreram também ontem quando uma bomba foi detonada por membros da insurgência perto do local onde brincavam, disse o policial Shah Faruqui.

Cerca de 400 marines americanos e 100 soldados afegãos iniciaram ontem uma ofensiva contra a insurgência talibã na província de Helmand, com o objetivo de garantir a segurança antes das eleições presidenciais do próximo dia 20.

A insurgência talibã, que tem seus principais redutos nas províncias de Helmand e Kandahar, ambas no sul, pediu aos cidadãos que boicotem as eleições e aumentou nas últimas semanas os ataques contra forças internacionais e afegãs. EFE lo/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG