Atentados deixam pelo menos 70 mortos no Iraque

Cerca de 70 pessoas morreram em três explosões nesta terça-feira no Iraque. O primeiro atentado ocorreu na cidade de Baquba, ao norte de Bagdá, matando pelo menos 50 e ferindo dezenas.

BBC Brasil |

Cerca de 30 dos mortos eram mulheres e crianças, segundo o correspondente da BBC em Bagdá Crispin Thorold.

A bomba explodiu em pleno centro da cidade perto de um restaurante e de um prédio público. O artefato - com 700 quilos de explosivos - estava em um ônibus estacionado na rua principal.

A explosão ocorreu pouco antes do meio-dia quando muitas vítimas aproveitavam a hora do almoço para ir ao restaurante ou para se deslocar para o prédio público.

Baquba, capital da província de Diyala, no norte, é um dos maiores focos da insurgência iraquiana, e alvo de fortes operações militares das forças de segurança do Iraque e dos Estados Unidos.

Pouco depois da explosão em Baquba, dois homens-bomba entraram em um restaurante onde policiais almoçavam em Ramadi, a oeste de Bagdá.

Um deles foi preso, mas o outro conseguiu detonar os explosivos que levava. Pelo menos 13 morreram.

O terceiro ataque aconteceu em Bagdá. Um carro-bomba tinha como alvo uma patrulha policial. Pelo menos uma pessoa morreu.

Ainda não se sabe quem está por trás dos ataques e se as explosões foram coordenadas, mas correspondentes dizem que as suspeitas devem cair sobre grupos sunitas islâmicos inspirados pela al-Qaeda.

Comandantes americanos dizem que militantes da al-Qaeda têm agido na região de Baquba depois de terem sido forçados a sair de Bagdá e que a região de Ramadi tinha se tornado uma das mais seguras.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG