Atentados deixam ao menos 40 mortos no Paquistão

Homens-bomba atacam prédio no qual acontecia reunião entre autoridade paquistanesa e líderes tribais antitaleban

iG São Paulo |

Dois atentados suicidas deixaram pelo menos 40 mortos nesta segunda-feira em Ghalalnai, na região de Mohmand, no nordeste do Paquistão e próxima à fronteira com o Afeganistão. Pelo menos 60 pessoas ficaram feridas.

Reuters
Médicos atendem ferido por ataques na região de Mohmand

O alvo foi um prédio no qual ficava o escritório da principal autoridade governamental na região de Mohmand, Amjad Ali Khan. Os dois homens-bomba chegaram de moto e tentaram entrar caminhando no prédio administrativo.

"O primeiro homem-bomba detonou explosivos na entrada e o outro dentro do prédio", declarou um funcionário, Amjad Ali. "No momento da explosão, acontecia uma reunião entre a administração do distrito e líderes tribais membros de um Comitê de Paz", acrescentou.

Os Comitês de Paz designam milícias antitalebans nas zonas tribais do noroeste do Paquistão na fronteira com o Afeganistão, que registram a maior concentração de dirigentes do movimento da Al-Qaeda. O distrito de Mohmand, 175 km ao norte de Islamabad, é um dos redutos do Movimento dos Talebans do Paquistão (TTP), que se aliou à Al-Qaeda. O TTP é o principal responsável por mais de 400 atentados - em sua maioria suicidas - que nos últimos três anos provocaram a morte 4 mil pessoas no país.

Com Reuters e AFP

    Leia tudo sobre: paquistãoatentadoataquetalebanal-qaeda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG