Atentados contra xiitas no Iraque matam ao menos 32

Pelo menos 32 pessoas morreram e mais de 80 ficaram feridas nesta sexta-feira em vários atentados em diferentes pontos de Bagdá, capital do Iraque.

EFE |

Bairros xiitas da capital e os locais próximos as mesquitas xiitas foram os alvos principais, justamente em uma sexta-feira, dia de orações para os fieis islâmicos.

Os ataques mais graves foram causados por dois carros-bomba que atingiram o bairro xiita de Cidade de Sadr, onde morreram 21 pessoas e outras 45 ficaram feridas.


Iraquianos observam carro-bomba após explosão no bairro de Cidade de Sadr / AP

No distrito de Amin foram registrados oito mortos e 14 feridos com a explosão de um carro-bomba e uma bomba perto de um santuário xiita.

No bairro de Hurriya, perto de uma mesquita xiita, morreram mais três pessoas e outras 14 tiveram ferimentos devido a outro carro-bomba.

Horas antes, no centro da cidade de Ramadi, nove pessoas morreram e 12 ficaram feridas com a detonação de bombas em dois bairros da cidade.

Trata-se da maior onda de violência no Iraque desde o anúncio na segunda-feira da morte dos dois líderes terroristas mais procurados no país, Abu Ayub Al-Masri e Abu Omar al-Baghdadi.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG