ataque que matou cinco civis na capital, informou uma fonte do ministério do Interior do Iraque. " / ataque que matou cinco civis na capital, informou uma fonte do ministério do Interior do Iraque. " /

Atentados contra locais de votação deixam 12 mortos no Iraque

Sete soldados morreram nesta quinta-feira em dois atentados executados por homens-bomba contra militares que faziam fila para votar em dois bairros de Bagdá, poucas horas depois de um http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/03/04/eleicoes+no+iraque+ataque+em+bagda+deixa+pelo+menos+5+mortos+e+20+feridos+9416618.html target=_topataque que matou cinco civis na capital, informou uma fonte do ministério do Interior do Iraque.

iG São Paulo |

Três soldados morreram e 15 ficaram feridos no primeiro ataque suicida, executado contra uma escola que servia de seção eleitoral no bairro de Mansur, na zona oeste de Bagdá.

O segundo atentado, cometido 45 minutos depois também contra uma escola transformada em local de votação no bairro de Bab al-Muazam, centro de Bagdá, deixou quatro mortos e 10 feridos.

Duas horas antes, cinco civis morreram e 10 ficaram feridos na explosão de uma bomba ou foguete em um edifício do norte de Bagdá, a 500 metros de um local de votação que será usado no domingo.


Policiais observam local da explosão em Bagdá / Reuters

O comando militar da capital iraquiana informou que a explosão foi provocada pela queda de um foguete do tipo Katiusha em um edifício residencial.

No domingo, quase 20 milhões de iraquianos devem votar nas eleições legislativas, mas a votação já começou para membros das forças de segurança e outras categorias de eleitores.

Como prevenção, o governo iraquiano adotou uma grande dispositivo de segurança para proteger as eleições legislativas. Como parte das medidas, militares, policiais, presos e pessoas hospitalizadas começaram a votar nesta quinta-feira.

Votação antecipada

Cerca de 850 mil iraquianos, entre soldados, policiais, presos e pacientes de hospitais, começaram nesta quinta-feira a votar em uma antecipação do pleito parlamentar do próximo domingo, que vai eleger a nova coalizão governante.

A maioria dos centros eleitorais especiais, aproximadamente 450, abriu suas portas às 8h locais (2h em Brasília), como estava previsto, embora em algumas províncias o processo de votação tenha começado uma hora antes.

A participação de policiais e militares, que faziam fila nos centros de votação desde as primeiras horas de hoje, é complicada, pois pode afetar o desdobramento de segurança montado em torno das votações.


Soldados são revistados antes de votação antecipada no Iraque / AP

Para a votação do domingo, 18,9 milhões de iraquianos estão convocados para depositar seus votos em 64 mil urnas instaladas em aproximadamente 9 mil centros de votação distribuídos por todo o país, segundo dados das autoridades eleitorais.

Mais de 6 mil candidatos concorrerão nestas eleições, buscando as 325 cadeiras do Parlamento.

Segundo a missão da ONU no Iraque, aproximadamente 300 mil trabalhadores foram instruídos para dirigir o processo eleitoral, e aproximadamente 500 observadores internacionais e 250 mil locais estarão em distintas zonas do Iraque para fiscalizar a jornada eleitoral.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG