(Atualiza o número de vítimas e acrescenta detalhes) Zamboanga (Filipinas), 18 dez (EFE).- Três pessoas morreram e 47 ficaram feridas em dois atentados terroristas ocorridos hoje de forma quase simultânea em uma zona comercial na cidade filipina de Iligan, cerca de 820 quilômetros ao sudeste de Manila.

As vítimas fatais correspondem a três jovens de idades entre 20 e 22 anos, todos eles de nacionalidade filipina.

Fontes militares informaram que a primeira bomba explodiu por volta das 13h25 (3h25 de Brasília) em um centro comercial, e a segunda bomba explodiu cerca de 20 minutos depois em um supermercado, ambos no distrito comercial de Iligan.

"Os artefatos explosivos estavam em bolsas" deixadas nas proximidades, informou à imprensa o porta-voz do Comando de Mindanao Ocidental, tenente Steffani Cacho.

Nenhum grupo armado dos que operam na região, sejam insurgentes comunistas ou muçulmanos separatistas, ou grupo criminoso assumiu a autoria da ação, segundo a Polícia.

"Nós suspeitamos dos rebeldes do FMLI (Frente Moro de Libertação Islâmica), porque é o tipo (de explosivo) que usam, é sua assinatura a munição de morteiro", disse o coronel Nicanor Dolojan, do Exército.

A presidente das Filipinas, Gloria Macapagal Arroyo, natural de Iligan, condenou estes atentados como "agressões terroristas violentas e cruéis", e ordenou que os corpos se segurança persigam e capturem os responsáveis. EFE rp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.