Atentados a bomba matam pelo menos 58 no Iraque

Pelo menos 58 pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas após uma série de atentados a bomba no Iraque nesta sexta-feira. A maioria dos mortos estava em Cidade Sadr, bairro de maioria xiita do norte da capital, Bagdá.

BBC Brasil |

Também ocorreram fatalidades no sul da cidade.

Autoridades dizem que aparentemente os ataques foram planejados para atingir xiitas durante as orações tradicionais de sexta-feira.

Nenhum grupo assumiu a autoria dos ataques. No passado, integrantes da rede extremista Al-Qaeda e outros grupos militantes sunitas atacaram mesquitas xiitas.

O governo do Iraque anunciou nos últimos dias que três líderes da Al-Qaeda foram mortos no país.

Política
Também nesta sexta-feira, sete pessoas morreram na cidade de Khalidya, na província de Anbar (oeste do país).

Pelo menos seis bombas caseiras foram colocadas entre várias casas que pertenciam a policiais e um juiz.

A violência ocorre em um momento em que prossegue a indefinição quando ao resultado das eleições parlamentares de 7 de março no país.

Na segunda-feira, uma comissão judicial determinou a recontagem dos votos em Bagdá, o que pode tirar a vitória da coalizão liderada pelo ex-primeiro-ministro, Iyad Allawi.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG