Atentado terrorista suicida no Daguestão deixa um morto e 11 feridos

Moscou, 1 set (EFE).- Uma pessoa morreu hoje e outras 11 ficaram feridas quando um terrorista explodiu uma bomba que levava no seu carro próximo de um posto policial no norte de Mahatchkala, a capital do Daguestão, informou o Ministério do Interior da república caucásica russa vizinha da Chechênia.

EFE |

"Os agentes de trânsito pararam o veículo para um controle de documentos e nesse momento o terrorista suicida detonou a bomba", disse o ministro Ali Magomedov a agência oficial russa "Itar-Tass".

Segundo o ministro, a atuação dos policiais evitou um atentado de maior envergadura em outro lugar de Mahatchkala, já que forçou ao terrorista, que também morreu na explosão, a detonar a bomba.

Oito agentes e três membros de uma equipe médica que faziam guarda no posto policial foram trasladados a um hospital.

No centro médico, em consequência da gravidade de seus ferimentos, faleceu um funcionário de alfândegas que passava em seu carro junto ao posto policial quando aconteceu a explosão, que deixou uma cratera de três metros de diâmetro e 1,5 metros de profundidade.

Em Mahatchkala, como em toda as cidades da Rússia, hoje se dispuseram medidas especiais de segurança por causa do começo do ano letivo.

Completam hoje cinco anos de quando um comando terrorista checheno atacou a escola Nº 1 de Beslan, cidade da república caucásica russa da Ossétia do Norte, onde tomou como reféns a mais de mil pessoas.

Dois dias mais tarde, o sequestro em massa terminou em um massacre onde morreram 334 pessoas, crianças em sua maioria. EFE bsi/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG