Atentado suicida mata ao menos 24 pessoas no Paquistão

Islamabad - Pelo menos 24 pessoas morreram e várias ficaram feridas num atentado suicida cometido hoje contra um comboio do Exército no noroeste do Paquistão, informou à Agência Efe uma fonte militar.

EFE |

O atentado aconteceu perto de um posto de controle da Polícia no distrito de Hangu, localizado na Província da Fronteira do Noroeste (NWFP).

Segundo a fonte, um suicida detonou os explosivos que carregava em seu veículo quando um comboio militar se aproximou.

Entre os mortos há soldados, policiais e civis. A explosão também causou danos a vários carros próximos.

O local do ataque já foi isolado pelas autoridades, e os feridos foram levados para hospitais próximos.

O presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, e o primeiro-ministro Yousuf Raza Gillani condenaram o ataque e, em nota oficial, disseram que os fundamentalistas serão derrotados.

O chefe do Executivo também ordenou a abertura de uma investigação sobre o ocorrido.

Nos últimos meses, o distrito de Hangu, que é vizinho das instáveis áreas tribais que fazem fronteira com o Afeganistão, foi palco de vários atentados, sequestros e outros atos violentos, especialmente contra as forças de segurança.

Tanto as áreas tribais como algumas regiões da NWFP são utilizadas como refúgio por vários grupos da insurgência talibã e por membros da Al Qaeda.

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG