Atentado suicida mata 5 guardas de segurança no Afeganistão

Cabul, 3 jun (EFE).- Pelo menos cinco guardas de segurança privada morreram hoje em um atentado suicida registrado em um distrito do sul afegão na fronteira com o Paquistão, informou hoje à Agência Efe uma fonte oficial.

EFE |

O comandante das forças de segurança fronteiriças na província de Kandahar, Saifullah Khan, disse que um suicida que estava em uma motocicleta detonou sua carga explosiva contra o veículo de uma companhia de segurança privada.

O veículo escoltava um comboio com mantimentos para as tropas americanas no Afeganistão, segundo a fonte.

O atentado, que matou cinco guardas de segurança de uma companhia não especificada, ocorreu perto da alfândega da localidade de Spin Boldak, na fronteira com o Paquistão.

Por Spin Boldak e pela vizinha localidade paquistanesa de Chaman passa uma estrada que liga os dois países, utilizada frequentemente para transportar mantimentos e outras provisões, mas também cargas de ópio, a principal fonte de financiamento da insurgência talibã.

Na terça-feira, outros oito guardas de segurança morreram por causa da explosão de dois artefatos na passagem de um comboio no leste do Afeganistão.

A insurgência talibã, que atua principalmente no sudeste afegão, realiza frequentes atentados contra as forças de segurança, as tropas estrangeiras, trabalhadores da construção e outros alvos civis. EFE lo-amp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG