Atentado suicida mata 21 pessoas no Iraque

Pelo menos 21 pessoas morreram hoje e outras 33 ficaram feridas em um atentado suicida contra um funeral na cidade iraquiana de Al-Zeidan (30 quilômetros a oeste de Bagdá), segundo fontes policiais.

EFE |

O atentado foi perpetrado por um suicida, que detonou os explosivos que levava junto ao corpo.

O funeral pertencia a um diretor de uma escola primária da cidade de Abu Ghraib, identificado como Taha Soliman al-Zoebi, e que foi assassinado ontem em frente ao colégio onde trabalhava por um grupo armado, indicaram as fontes.

Zaidam está localizada entre as cidades de Faluja e Abu Ghraib, na província de Al-Anbar, a mais extensa do Iraque.

Além disso, um oficial de Exército e um soldado iraquianos morreram hoje e outros quatro militares ficaram feridos em um ataque suicida perpetrado por uma mulher ao sul de Bagdá, informaram fontes policiais.

A suicida explodiu um cinto de explosivos em um posto de controle militar na cidade de Al-Yusufiya, cerca de 20 quilômetros ao sul da capital iraquiana.

Estes atentados ocorrem no momento em que as tropas iraquianas realizam uma ampla campanha de segurança na cidade de Mossul (cerca de 450 quilômetros ao norte de Bagdá), contra a rede terrorista da Al Qaeda.

O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, chegou na manhã de hoje à cidade, em uma visita surpresa para informar-se do andamento da operação, iniciada no sábado passado.

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG