Atentado suicida fere 5 soldados alemães no Afeganistão

(Aumenta o número de feridos de quatro a cinco) Berlim, 5 set (EFE).- Cinco soldados alemães ficaram feridos hoje em um atentado suicida devido à explosão de um automóvel nos arredores da localidade afegã de Kunduz, anunciou um porta-voz militar alemão.

EFE |

O porta-voz corrigiu assim, pela segunda vez, o número inicial de feridos, primeiro de três para quatro feridos e, horas após, de quatro para cinco, e afirmou que "não há motivo de preocupação", já que todos eles sofreram lesões leves em consequência do atentado, do qual não deu detalhes concretos.

Acrescentou que, junto com os cinco militares alemães, ficou levemente ferido um tradutor afegão, e que todos eles estão na base alemã na localidade de Kunduz.

O porta-voz afirmou que a explosão aconteceu por volta das 9h50 local (2h20 de Brasília) cerca de 5 quilômetros ao nordeste de Kunduz, localidade na qual as tropas alemãs da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) têm sua base principal no Afeganistão, e disse que, por enquanto, não se sabe se houve vítimas civis.

O atentado aconteceu um dia depois do bombardeio ordenado por forças alemãs de dois caminhões-pipa sequestrados por talibãs no sul da mesma localidade e no qual morreram mais de 50 insurgentes.

O ministro de Assuntos Exteriores da Alemanha, Frank Walter Steinmeier, disse que a missão do Exército alemão no Afeganistão é tão perigosa quanto a guerra, mas indicou que o uso desse termo não seria correto.

Steinmeier reiterou também sua demanda para que seja elaborado um plano para a retirada das forças alemãs no Afeganistão. EFE jcb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG