Atentado suicida fere 4 soldados alemães no Afeganistão

Cabul, 29 abr (EFE).- Pelo menos quatro soldados alemães das tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) ficaram feridos hoje em um atentado suicida registrado na província afegã de Kunduz, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

EFE |

O ataque coincidiu com a visita a Cabul do ministro de Assuntos Exteriores alemão, Frank Walter Steinmeier, que deve conceder hoje uma entrevista coletiva na capital afegã.

O governador da província afegã de Kunduz, Mohammed Omar, explicou à Efe que os militares ficaram feridos quando um suicida detonou a carga explosiva que carregava às 11h30 locais (4h de Brasília) no distrito de Ali Abad.

Como parte da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), missão militar sob comando da Otan, a Alemanha tem cerca de 700 soldados em Kunduz, onde vários ataques foram cometidos neste ano.

No último dia 6, a chanceler alemã, Angela Merkel, visitou as tropas de seu país no Afeganistão. Os talibãs asseguraram ter lançado 15 mísseis quando a chefe de Governo estava aterrissando na base do contingente alemão em Kunduz.

No entanto, o Ministério de Defesa alemão assegurou então que o acampamento foi atacado apenas por dois mísseis e 20 minutos depois de Merkel deixar o local. EFE lo-amp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG