Atentado suicida deixa pelo menos 12 mortos e 16 feridos no Iraque

BAGDÁ - Um ataque suicida realizado em uma mesquita xiita da localidade iraquiana de Hilla deixou pelo menos 12 mortos e 16 feridos, informaram à Agência Efe fontes policiais.

EFE |

O atentado foi registrado um dia após o Parlamento iraquiano aprovar um convênio com os Estados Unidos que permite a permanência neste país das tropas americanas além do final deste ano, quando vencia o mandato outorgado pela ONU.

O atentado em Hilla, cerca de 70 quilômetros ao sul de Bagdá, aconteceu quando os fiéis estavam na mesquita para participarem das orações de sexta-feira.

Fontes dos serviços de segurança disseram à agência "Aswat al-Iraq" que entre os mortos há pelo menos uma mulher. Além disso, informaram que o suicida tinha nacionalidade afegã.

A mesma agência informou de outra explosão registrada nas proximidades de uma base militar americana, no leste de Bagdá, no bairro xiita conhecida como Cidade de Sadr, mas não há registro de vítimas.

A região foi cercada pelas tropas americanas e está sendo sobrevoada por helicópteros militares. Cidade de Sadr é considerada o reduto do clérigo radical xiita Moqtada al-Sadr.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG