(Atualiza com aumento do número de mortos e mais detalhes sobre atentado) Sana, 2 mai (EFE).- Pelo menos nove pessoas morreram e 38 ficaram feridas após um atentado cometido hoje em uma mesquita da cidade de Saada, no norte do Iêmen, segundo números oficiais.

O diretor de Segurança da província de Sa'ada, general-de-brigada Mohammed Humud al-Qahma, informou à agência oficial "Saba" que há nove mortos - entre eles uma criança e uma mulher - e 38 feridos.

No entanto, a mesma agência cita fontes médicas que elevam o número de mortos para 13 e a de feridos, para 48.

Segundo fontes policiais, o atentado - cometido com uma moto-bomba que foi acionada por controle remoto - aconteceu quando os fiéis saíam da mesquita de Salman, após a reza das sextas-feiras.

As fontes disseram que o alvo aparente do atentado era um importante oficial do Exército que costuma pronunciar os sermões da sexta-feira nesta mesquita.

O oficial é um dos principais ajudantes do general Ali Mohsen, meio-irmão do presidente iemenita, Ali Abdallah Saleh, e encarregado de supervisionar as operações militares nesta província.

Sa'ada é o centro da chamada "rebelião xiita" desde 2004. Neste local, os xiitas de uma determinada corrente acusam o Governo de discriminar sua comunidade. EFE ja/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.