Bagdá, 4 jan (EFE).- Pelo menos 37 pessoas morreram hoje e 53 ficaram feridas em um atentado suicida registrado perto de um santuário xiita no norte de Bagdá, informaram fontes policiais.

Segundo informações, uma mulher detonou um cinto de explosivos que levava junto ao corpo em frente a um posto de controle nas proximidades do santuário do imame Moussa Kazim, na localidade de Kadhimiya, no norte de Bagdá.

Após a explosão, o pânico tomou conta das pessoas no local e a Polícia isolou a região para dar início às investigações, acrescentaram as fontes à Agência Efe.

Entre as vítimas, em sua maioria peregrinos que chegavam ao santuário de Moussa Kazim, um dos 12 imames xiitas, havia mulheres e crianças.

O atentado deste domingo, o mais grave deste ano, foi cometido apesar do forte esquema de segurança montado pelas autoridades com vistas a uma celebração que acontecerá no templo atacado e em outros lugares sagrados para lembrar a morte de Hussein, o neto de Maomé.

EFE sj/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.