Pelo menos 10 pessoas, incluindo quatro policiais e uma criança, morreram nesta quinta-feira em um atentado suicida com carro-bomba em um posto de controle de Ramadi, ao oeste de Bagdá.

"Recebemos até o momento dez corpos, entre eles os de quatro policiais e o de uma menina, e atendemos 15 pessoas após o atentado suicida com carro-bomba", disse um funcionário do hospital de Ramadi, uma cidade situada na província de Al Anbar, 100 km ao oeste da capital iraquiana.

Segundo uma fonte policial, o atentado aconteceu perto de uma barreira de controle instalada a 150 metros da sede do governo desta região sunita, que já foi um reduto da insurgência.

Em 30 de dezembro de 2009, dois atentados contra o conselho provincial em Ramadi mataram 23 pessoas e deixaram 30 feridos, incluindo o governador de Al Anbar, que perdeu um braço.

Leia mais sobre Iraque

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.