Atentado suicida cometido por adolescente deixa 12 mortos no Paquistão

Outras 58 pessoas ficaram feridas na cidade de Lahore durante procissão religiosa

EFE |

Pelo menos 12 pessoas morreram nesta terça-feira e 58 ficaram feridas em um atentado suicida cometido por um adolescente durante a passagem de uma procissão sufi na cidade de Lahore, no leste do Paquistão, informaram fontes da Polícia.

O atentado ocorreu em uma área na qual devotos sufis - ligados à tradição mística do islã - celebravam o aniversário de uma de suas divindades. Uma fonte policial, consultada pela Agência Efe, cifrou em 12 o número de mortos e em 58, o de feridos.

O chefe da Polícia de Lahore, Aslam Tarin, confirmou que o ataque foi perpetrado por um suicida que tinha entre 13 e 14 anos, segundo a rede de televisão "Geo". Por conta do festival religioso, as autoridades haviam preparado vários postos policiais para evitar atentados.

Fontes da Polícia afirmaram à imprensa paquistanesa que o ataque ocorreu justamente fora da área protegida, visto que o terrorista não conseguiu penetrar no local com maior aglomeração de fiéis. O primeiro-ministro, Yousuf Raza Gillani, condenou o atentado e as forças de segurança isolaram a área.

Durante os últimos anos, a populosa capital da província oriental de Punjab sofreu vários atentados organizados por grupos fundamentalistas sunitas vinculados aos talibãs. Os xiitas, a minoria ahmadi e os sufis são um alvo habitual destas redes fundamentalistas. Segundo um relatório do Instituto do Paquistão para Estudos de Paz, em 2010 foram registrados 2.113 atentados que tiraram a vida de 2.913 pessoas e deixaram 5.824 feridas.

    Leia tudo sobre: Paquistãoatentadoviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG