Atentado suicida causa mortes em academia de polícia em Bagdá

Um homem detonou o carro em que estava. As primeiras informações são de 18 mortos e mais de 20 feridos

EFE |

Um atentado suicida contra uma academia de polícia deixou pelo menos 18 mortos e mais de 20 feridos em Bagdá, capital do Iraque. Um terrorista detonou um cinto de explosivos na entrada da instituição, de dentro de um carro.

AP
Carro bomba é retirado do local após atentado em Bagdá

A polícia informou que o suicida estava esperando do outro lado da rua da academia fortificada. Conforme houve a movimentação de policiais e recrutas para a apresentação de armas, ele detonou a bomba.

Todas as vítimas até o momento eram policiais ou recrutas.

Após o atentado, as forças de segurança intensificaram as medidas de segurança nos arredores do local da explosão e fecharam seus acessos. O Iraque vive uma escalada de episódios violentos desde a retirada das tropas americanas, em 18 de dezembro, e a emissão, um dia depois, de uma ordem de detenção contra o vice-presidente sunita do país, Tariq al Hashemi, por supostos crimes de terrorismo. Essa ordem desencadeou uma profunda crise política, agravada pelos inúmeros atentados a alvos xiitas e contra as forças de segurança.

Com EFE e AP

    Leia tudo sobre: iraquebagdásuicida

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG