Pelo menos 22 pessoas morreram em um atentado suicida cometido na quinta-feira contra milicianos tribais no noroeste do Paquistão, região que abriga insurgentes islâmicos, segundo um novo balanço divulgado nesta sexta-feira.

"Outras cinco pessoas morreram durante a noite nos hospitais, elevando a 22 o número de pessoas que faleceram no ataque", declarou o policial Fazal-i-Rabi.

Além disso, a aviação paquistanesa prosseguiu com os bombardeios, provocando 17 mortes na mesma região, no distrito tribal de Bajaur, onde o Exército executa há três meses uma ofensiva contra os talibãs e a Al-Qaeda.

str-jaf/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.