Argel, 13 jan (EFE).- Duas pessoas de uma mesma família morreram e outra ficou gravemente ferida na província de Sidi Belabes, no oeste da Argélia, no primeiro ataque fatal do ano cometido por terroristas, informaram hoje fontes de segurança.

Os membros da família tinham ido pegar lenha em uma floresta situada perto da localidade de Amalza no domingo passado, e voltavam para casa em um caminhão, quando um comando terrorista tentou interceptá-los.

Diante da rejeição do motorista de parar, os atacantes abriram fogo sobre o veículo e mataram a mãe, de 70 anos, e um filho de 40 anos, além de ferir outro membro da família, segundo as fontes.

O pai, de 80 anos, foi agredido pelos terroristas, mas conseguiu fugir e alertar as forças de segurança.

Além disso, fontes de segurança anunciaram hoje que quatro pessoas foram detidas na segunda-feira no centro da cidade de Blida, 50 quilômetros ao sul de Argel.

A Polícia suspeita que os quatro indivíduos pertencem à organização terrorista Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) e teriam recebido a tarefa de reconstituir os grupos armados nesta parte do país. EFE sk-jg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.