Atentado mata três pessoas em Bagdá

Três pessoas, entre elas pelo menos dois americanos, foram mortas, e outras duas ficaram feridas segunda-feira em um atentado contra um comboio americano a oeste de Bagdá, anunciaram nesta terça-feira o Exército e a embaixada dos Estados Unidos na capital iraquiana.

AFP |

"Um soldado das forças da coalizão, um civil que trabalhava para o departamento de Estado e outro funcionário do departamento da Defesa morreram, e dois civis do departamento da Defesa foram feridos", destacou à AFP o comando militar americano.

Em comunicado, o embaixador dos Estados Unidos em Bagdá, Christopher Hill, confirmou em seguida a morte de Terrence Barnish, um funcionário americano do departamento de Estado, número dois do serviço da embaixada encarregado da ajuda e da reconstrução do Iraque.

"Eles estavam voltando da inspeção a uma usina de tratamento das águas em construção em Fallujah" quando ocorreu o atentado, acrescentou Hill.

O exército não especificou a nacionalidade das vítimas que trabalhavam para o departamento da Defesa, que também emprega estrangeiros.

O Pentágono já perdeu três funcionários civis nos cinco últimos dias, além dos soldados mortos no Iraque.

O atentado foi provocado por "uma bomba caseira que explodiu durante a visita a canteiros de obras perto de Fallujah", informara mais cedo o comando militar americano.

"O artefato entrou em contato com um veículo que integrava um comboio formado por soldados e civis empregados pelo governo americano", acrescentara o exército.

O atentado teve lugar em Fallujah, um antigo reduto da insurreição sunita 50 km a oeste de Bagdá.

Desde o início deste mês, 19 soldados americanos morreram no Iraque.

kat/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG