Atentado mata oito e fere 40 na capital do Afeganistão

Por Golnar Motevalli CABUL (Reuters) - Um militante suicida explodiu um carro-bomba em frente a um hotel usado por estrangeiros num bairro usado por diplomatas na capital afegã, matando oito pessoas e ferindo dezenas.

Reuters |

Os destroços do carro-bomba pegaram fogo em frente ao portão do Heetal Hotel, usado por estrangeiros no bairro de Wazir Akbar Khan, enviando uma fumaça espessa para o ar.

A casa do ex-vice-presidente Ahmad Zia Massoud, irmão do falecido guerrilheiro Ahmad Shah Massoud, foi destruída.

Uma fonte policial disse que o alvo do ataque pode ter sido Massoud.

O Heetal também foi danificado, mas não tanto quanto as casas vizinhas no bairro, onde vivem autoridades, diplomatas e membros de organizações estrangeiras. Vidraças de várias casas se partiram, e em uma delas parte do telhado desabou.

"A informação que tenho é a de que oito pessoas morreram. Quarenta ficaram feridas. Esse é o número final", disse o porta-voz do Ministério do Interior, Zemarai Bashary.

A explosão ocorreu enquanto o presidente afegão, Hamid Karzai, participava de uma conferência sobre a corrupção em outro ponto de Cabul.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG