Atentado mata ministro do Interior da Somália

Sobrinha de ministro Abdi Shakur Sheikh Hassan que pertencia ao grupo islâmico Al-Shabab foi autora do ataque a bomba

iG São Paulo |

O ministro do Interior da Somália, Abdi Shakur Sheikh Hassan, morreu nesta sexta-feira em um atentado suicida cometido em sua residência na capital, Mogadíscio.

AP
Foto de fevereiro mostra ministro Abdishakur Sheik Hassan, morto nesta sexta-feira em ataque em Mogadíscio
De acordo com oficiais somalis, o ataque foi cometido pela própria sobrinha de Hassan, uma adolescente que se juntou ao grupo islâmico extremista Al-Shabab.O grupo assumiu a autoria e alertou para ataques futuros. O atentado contra Hassan foi o terceiro ataque suicida em Mogadíscio em três semanas.

Como sua sobrinha havia visitado-o diversas vezes nos últimos dias, os guarda-costas do ministro não se preocuparam em checar a segurança desta vez.

O ministro morreu em decorrência dos ferimentos causados pelo ataque a bomba, quando membros do governo buscavam meios de levá-lo para ser tratado no Quênia.

Nos últimos meses, o Al-Shabab, que tem ligações com a Al-Qaeda, perdeu território frente à ofensiva de tropas do governo somali e de soldados da União Africana contra insurgentes.

Protestos

Também nesta sexta-feira, duas pessoas foram mortas durante protestos em Mogadíscio contra um acordo para extensão dos mandatos presidencial e parlamentar.

Sob um acordo assinado em Uganda na quinta-feira, os mandatos do presidente e de parlamentares foram estendidos até junho de 2012, e a figura do primeiro-ministro seria retirada.

Os protestos desta sexta-feira ocorreram em apoio ao premiê somali, Mohamed Abdullahi Farmajo. Segundo testemunhas, soldados atiraram contra manifestantes, que protestavam do lado de fora do hotel onde o primeiro-ministro estava em uma reunião.

*Com BBC e EFE

    Leia tudo sobre: somáliaministroal-shabab

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG