Beirute, 23 mar (EFE).- O dirigente do Fatah no Líbano, Kamal Medhat, e mais três pessoas morreram hoje devido à explosão de uma bomba, informou Munil Mahda, responsável militar do movimento palestino na região.

A explosão ocorreu perto do campo de refugiados palestinos de Mieh Mieh, próximo à localidade de Sidon, informou Mahda.

Além de Medhat, morreram no atentado Akram Daher, responsável de Esportes da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) no Líbano, e outro dirigente palestino, identificado como Mohammed Shade.

A quarta vítima fatal é um dos guarda-costas de Medhat.

Segundo a fonte, a bomba era composta por aproximadamente 20 quilos de material explosivo e foi detonada quando um comboio com as vítimas passava perto do acesso ao campo de refugiados.

O carro ficou totalmente destruído, segundo as imagens mostradas pela rede de televisão libanesa por satélite "LBC".

Esta emissora citou fontes do Fatah, que disseram que o atentado era destinado contra o líder da OLP no Líbano, Abbas Zaki, que tinha saído do campo minutos antes da explosão, em um carro parecido ao que transportava Medhat.

Medhat era o braço direito de Zaki e era conhecido como Kamal Nagi, que antes ocupou o cargo de responsável dos serviços de inteligência do Fatah, principal integrante da OLP. EFE ks/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.