Atentado mata deputado sunita e outros 6 em Bagdá

Bagdá, 17 ago (EFE).- O deputado sunita e dirigente das forças voluntárias de segurança, Farooq al-Obeidi, e seis de seus guarda-costas morreram hoje em uma região de segurança máxima de Bagdá quando um homem, que estaria vestido de mulher, explodiu um cinto carregado de explosivos que levava preso junto ao corpo.

EFE |

Farooq al-Obeidi, dirigente das forças voluntárias de segurança do distrito de Azamiyah de Bagdá e seis guarda-costas morreram em conseqüência da explosão, segundo fontes da Polícia iraquiana.

Algumas testemunhas do atentado disseram à Polícia que o autor dos fatos era uma mulher, enquanto outros afirmaram se tratar de um homem que vestia roupa de mulher.

Azamiyah foi centro da resistência contra as tropas americanas, mas muitos dos lideres sunitas ao abandonar a resistência se uniram às forças voluntárias de segurança que ajudam à Polícia e aos soldados iraquianos. EFE int/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG