Islamabad, 4 jan (EFE).- Pelo menos sete pessoas morreram, cinco delas policiais, e 22 ficaram feridas em uma dupla explosão ocorrida hoje no noroeste do Paquistão, informaram fontes oficiais.

O atentado aconteceu no centro da cidade de Dera Ismail Khan, na Província da Fronteira do Noroeste (NWFP), disseram as fontes, citadas pela rede de TV "Dawn".

Já o canal "Geo TV", que não especificou suas fontes, informou que dez pessoas perderam a vida e outras 25 ficaram feridas no atentado, cometido nos arredores da Escola Politécnica da localidade.

Os feridos, alguns deles em estado crítico, foram levados para hospitais próximos.

A primeira explosão, de baixa intensidade, foi registrada perto do centro de ensino, enquanto a segunda, mais potente, supostamente foi obra de um suicida, que detonou a carga explosiva que levava junto a um veículo do serviço de resgate, diz a versão da "Geo TV".

A agência estatal "APP", que situou o número de mortos em quatro, informou que o atentado aconteceu em uma região onde forças paramilitares estavam posicionadas para velar pela segurança dos cidadãos. Porém, não disse se o ataque foi suicida.

Tanto o primeiro-ministro do Paquistão, Yousef Raza Gilani, como o presidente, Asif Ali Zardari, condenaram o atentado.

A localidade de Dera Ismail Khan fica perto das áreas tribais que fazem fronteira com o Afeganistão, um território que nunca esteve sob completo domínio do Estado e no qual se refugiam talibãs e membros da Al Qaeda. EFE igb/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.