Atentado mata ao menos 30 no Afeganistão

CABUL - Cinco carros-bomba que explodiram ao mesmo tempo mataram ao menos 30 pessoas e deixaram 64 feridos nesta terça-feira em Kandahar, sul do Afeganistão, segundo um balanço fornecido pelo comandante da polícia do local.

Redação com agências internacionais |

O atentado tinha como alvo um organismo de cooperação canadense que fica em um complexo que inclui um salão de recepção para casamentos, lojas variadas e um hotel.

A explosão, de grande potência segundo testemunhas, aconteceu próximo ao horário em que os muçulmanos saem do jejum do Ramadã.

Morte de soldados dos EUA

A morte de quatro militares norte-americanos numa explosão na terça-feira fez de 2009 o ano com mais vítimas fatais para os EUA no Afeganistão desde o início da guerra no país, em 2001.

O incidente mostra que a violência continua piorando no Afeganistão, que vive um limbo político desde a eleição presidencial da semana passada.

Em nota, a Otan disse que quatro militares dos EUA foram mortos por uma bomba deixada em uma estrada no sul do país, reduto da milícia islâmica Taleban. Não foram divulgados detalhes do incidente.

Com isso, sobe a 295 o número de militares dos EUA mortos neste ano no país, segundo o site icasualties.org , que compila dados oficiais. Em todo o ano passado, que havia sido o mais letal para as forças norte-americanas, foram 294 mortos.

* Com AP e AFP

Leia mais sobre Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG