BAGDÁ - Pelo menos 55 pessoas morreram nesta quinta-feira e cerca de 100 ficaram feridas em um atentado suicida contra um restaurante na cidade iraquiana de Kirkuk, 250 quilômetros ao nordeste de Bagdá, segundo fontes do Ministério do Interior.

A bomba foi detonada dentro de um restaurante curdo, cerca de 10 quilômetros ao norte de Kirkuk, afirmou o general Jamal Tahir, chefe de polícia da cidade.

Tahir disse que o restaurante estava cheio por ser hora do almoço. Muitos iraquianos estão aproveitando o Eid al-Adha, feriado religioso de quatro dias, e vão mais a restaurantes nessa época.

As forças de segurança iraquianas e norte-americanas bloquearam a região após o ataque, disse um repórter da Reuters.

A maioria árabe do Iraque e a minoria curda tem disputado o controle de Kirkuk, que fica 250 quilômetros ao norte de Bagdá e abriga amplas reservas de petróleo.

O índice de violência no Iraque caiu fortemente no ano passado, no entanto militantes ainda promovem ataques com frequência. O atentado desta quinta-feira foi o mais sangrento dos últimos meses no país.

Leia mais sobre Iraque

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.