Atentado mata 4 soldados da Otan e 2 civis no Afeganistão

Cabul, 6 jul (EFE).- Pelo menos quatro soldados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e dois civis morreram hoje devido à explosão de uma bomba na passagem de um comboio militar na província afegã de Kunduz, informou uma fonte policial.

EFE |

O chefe da Polícia de Kunduz, Abdur Razaq, disse à agência afegã "AIP" que o atentado ocorreu nos arredores da capital provincial, de mesmo nome.

"Quatro tropas estrangeiras e dois civis afegãos morreram, enquanto duas crianças ficaram feridas", resumiu a fonte, que não especificou a nacionalidade dos militares.

A insurgência talibã reivindicou o atentado através do porta-voz Zabihullah Mujahid, que disse que "seis soldados alemães morreram" por causa da explosão, segundo a "AIP".

O Exército alemão tem em Kunduz cerca de 700 soldados, que fazem parte da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan.

Embora os talibãs costumem atingir com mais assiduidade o sul e o leste do país, também na província de Kunduz travaram combates e atentaram contra as tropas estrangeiras.

Outras três pessoas morreram hoje, incluindo dois soldados afegãos, em um ataque suicida contra uma base da Otan no aeroporto da conflituosa cidade de Kandahar. EFE nh-amp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG