Atentado duplo em Istambul deixa 14 mortos e 140 feridos

Istambul - Pelo menos 14 pessoas morreram e 140 ficaram feridas, muitas delas em estado grave, por causa da explosão de duas bombas hoje em um bairro de Istambul, informaram as autoridades turcas.

EFE |

O prefeito da localidade, Muammer Guler, qualificou o incidente de "atentado terrorista", embora tenha dito que ainda é cedo para determinar a responsabilidade do ataque.

Guler descartou a possibilidade de o autor deste atentado ser um terrorista suicida e disse que havia duas bombas, situadas em latas de lixo, que foram detonadas por controle remoto.

Fontes da Polícia disseram à Agência Efe em Ancara que "tudo indica" que o ataque foi perpetrado pelo Partido dos Trabalhadores de Curdistão (PKK).

As fontes destacaram que "não seria a primeira vez" que o PKK detona uma bomba de pouca potência em uma lata de lixo na rua para detonar uma mais potente minutos mais tarde.

As explosões aconteceram com dez minutos de diferença a partir das 21h55 (15h55, em Brasília) em uma rua de Güngoren, um bairro comercial de classe média baixa, na parte européia da cidade.

Uma testemunha citada por uma rede de televisão local afirmou que cerca de mil pessoas se aproximaram do local após a primeira explosão, minutos antes de acontecer a segunda.

As explosões de Istambul acontecem poucas horas após ataques do Exército turco contra posições do PKK no norte do Iraque.

Enquanto em Istambul explodiam as duas bombas, na cidade de Bingol (sudeste da Turquia), três desconhecidos tentaram atacar o escritório de segurança pública, A Polícia matou dois dos suspeitos, enquanto o terceiro conseguiu fugir, informou o jornal "Milliyet" em sua edição eletrônica.

    Leia tudo sobre: atentadoturquia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG