Atentado deixa 13 mortos no sul do Afeganistão

Treze civis, entre eles um homem e uma mulher recém-casados, morreram neste sábado quando uma bomba explodiu na passagem do microônibus onde estavam no sul do Afeganistão, informaram fontes policiais.

AFP |

O atentado foi cometido no distrito de Spin Boldak, na província de Kandahar, feudo dos rebeldes talibãs, a quem as autoridades atribuíram a explosão.

"Uma bomba colocada na beira da estrada explodiu na passagem de um microônibus que transportava um grupo que voltava de um casamento. Treze pessoas morreram, entre eles os recém-casados e o motorista do veículo", declarou à AFP um chefe local da polícia, Abdul Razik.

Oito mulheres, entre as quais a noiva, e duas crianças estão entre as vítimas, acrescentou.

O chefe da polícia da província, Mutiullah Khan, havia mencionado anteriormente dez mortos e seis feridos.

"As forças de segurança eram provavelmente o alvo do atentado", acrescentou, acusando os "inimigos do Afeganistão" - uma expressão que designa os talibãs - de serem os responsáveis pelo ataque.

Os talibãs lançaram uma insurreição mortífera desde que foram expulsos do poder no fim de 2001, por uma coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

A violência se intensificou nos dois últimos anos, apesar da presença de 70.000 soldados de duas forças multinacionais, uma da Otan e a outra sob comando americano.

Cerca de 1.500 civis morreram em ataques e atentados em 2007 em todo o país, segundo as Nações Unidas.

str/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG