Atentado de Islamabad provavelmente foi praticado pela Al-Qaeda

O atentado devastador de sábado à noite no hotel Marriott de Islamabad, no Paquistão, provavelmente foi praticado pela Al-Qaeda, afirmou neste domingo uma autoridade responsável pela investigação do ataque.

AFP |

O atentado, com cerca de 600 kg de explosivos, "tem a marca da Al-Qaeda", declarou uma autoridade responsável pela investigação que preferiu manter sua identidade em sigilo, embora o atentado que deixou pelo menos 60 mortos ainda não tenha sido reivindicado.

"É um atentado a bomba ao puro estilo da Al-Qaeda e parecido com o ataque contra os escritórios da Agência Federal de Investigação (FIA)" que foi cometido no mês de março em Lahore (leste).

Esse atentado suicida de Lahore, com um caminhão-bomba, havia sido atribuído a Qari Zafar, um alto membro da rede de Osama bin Laden no Paquistão, que já era suspeito do ataque em março de 2006 contra o consulado norte-americano em Karachi (sul).

A comunidade internacional foi unânime na condenação desse ato "imundo" e deixou claro o seu apoio ao presidente paquistanês Asif Ali Zardari, que prometeu eliminar o "câncer" do terrorismo.

rj-sz/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG