Atentado contra escritório da AFP em Atenas

O escritório da AFP em Atenas foi alvo na noite de quarta-feira de um atentado com uma bomba de fabricação caseira, que foi assumido por um grupo particularmente ativo nos últimos meses e que a polícia descreve como anarquista.

AFP |

A bomba, composta por quatro pequenos cartuchos de gás, foi colocada na porta do escritório e provocou um incêndio.

Em telefonema a um jornal local, uma pessoa assumiu o atentado em nome da "Conspiração das células de fogo". O ataque foi cometido "em sinal de solidariedade com os camaradas franceses", destacaram as fontes policiais, sem dar detalhes.

Este grupo assumiu nos últimos meses uma série de ataques similares, principalmente contra bancos, em Atenas e Salônica.

A brigada antiterrorista da polícia grega, encarregada da investigação, estuda a hipótese de o ataque ter relação com o indiciamento na França de nove pessoas acusadas de causar danos em linhas férreas de alta velocidade.

Este tipo de ataque, contra agências, bancos ou representações diplomáticas, é freqüente na Grécia e geralmente é atribuído a grupos anarquistas ou de extrema-esquerda.

cb/lm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG