Atentado contra delegacia deixa um morto e 30 feridos na Colômbia

Pelo menos uma pessoa morreu e 30 ficaram feridas na noite de domingo por um carro-bomba jogado contra uma delegacia da cidade de Cali, no sudoeste da Colômbia, segundo autoridades locais que atribuíram o atentado às Farc.

AFP |

O morto aparentemente é o autor do ataque, informou o prefeito da terceira cidade colombiana, Iván Ospina.

O comandante da polícia local, general Gustavo Ricaurte, atribuiu o atentado à guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O ataque aconteceu horas depois que essa guerrilha entregou ao grupo de civis "Colombianos pela Paz" e ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) quatgro dos seis reféns que havia promitido libertar neste fim de semana.

Em função desse ataque, o presidente Alvaro Uribe fez uma intervenção televisada e informouque revogou a autorização de atuação dos "Colombianos pela Paz" e disse que só permitirá que a operação prossiga sob a tutela exclusiva do CICV.

A explosão destruiu a fachada da delegacia e deixou às escuras a região, onde se situa o Palácio da Justical local, que, em agosto passado, também foi alvo de um atentado com carro-bomba, quando morreram quatro pessoas.

Esse atentado também foi atribuído às Farc.

pro-hov/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG