Atentado contra cinco edifícios mata ao menos sete no Iraque

BAGDÁ - Pelo menos sete pessoas morreram nesta quinta-feira em um atentado contra cinco edifícios na cidade iraquiana de Hit, na província de Al-Anbar, informaram fontes policiais.

EFE |

As fontes disseram que os agressores, de identidade desconhecida, colocaram cargas explosivas nos cinco imóveis e as detonaram depois.

Os explosivos foram colocados nas casas do chefe da luta antiterrorista da cidade, Walid al-Hati, que morreu no ataque, na de outro oficial de polícia, cujo nome não foi informado e que morava ao lado do prédio de Hati, e em outros três imóveis vizinhos aos dos dois responsáveis de segurança.

Entre os mortos, há duas crianças, disseram as fontes, que acrescentaram que, nos cinco edifícios que explodiram, também morava um advogado, que também poderia ser um dos alvos do atentado, mas não deram mais detalhes.

A cidade de Hit fica cerca de 120 quilômetros ao oeste de Bagdá e perto de Ramadi, capital da província de Al-Anbar, onde 25 pessoas morreram em 30 de dezembro em um duplo atentado contra a sede do governo.

Além disso, outras três pessoas morreram nesta quinta-feira e 15 ficaram feridas, seis delas em estdo grave, devido à explosão de uma bomba perto de uma mesquita xiita na província de Diyala, ao nordeste de Bagdá.

Fontes policiais relataram que o atentado, que teve como alvo uma mesquita da localidade de Khanaqin, 70 quilômetros ao leste de Baquba, capital de Diyala, causou grandes danos nos edifícios próximos.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG