Atentado contra CIA: duas vítimas trabalhavam para a antiga Blackwater

WASHINGTON - Duas vítimas do atentado suicida que matou sete agentes da CIA na semana passada no Afeganistão trabalhavam para a empresa americana de segurança Xe Services, a antiga Blackwater, acusada de cometer abusos no Iraque, informa a imprensa americana.

AFP |

Dane Clark Paresi, um ex-agente de 46 anos, era funcionário da Xe Services e foi assassinado na base americana de Khost, leste do Afeganistão, afirmou sua viúva, MindyLou Paresi, ao jornal News Tribune de Tacoma.

Ele moreu ao lado do colega Jeremy Wise, 35 anos e ex-oficial da Marinha americana, segundo um anúncio fúnebre publicado no jornal Virginia-Pilot da Carolina do Norte.

Com as duas mortes sobe para 37 o número de óbitos de funcionários da empresa privada de segurança no Afeganistão e Iraque, segundo o mesmo jornal.

Leia mais sobre Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG