Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Atentado contra candidato na Caxemira indiana mata 1 e fere 3

Nova Délhi, 25 nov (EFE).- Uma criança de oito anos morreu hoje e outras três pessoas ficaram feridas em um ataque com granada dirigido contra um candidato regional da Caxemira indiana, região conflituosa que está em pleno processo eleitoral.

EFE |

Segundo uma fonte policial citada pela agência "Ians", um grupo de insurgentes lançou uma granada contra Mohammed Ashraf Ganai, candidato pelo partido Conferência Nacional pela circunscrição de Sopore, enquanto ele visitava um parente na localidade de Brath.

O ataque matou uma criança de oito anos e deixou três pessoas feridas, enquanto o político saiu ileso.

No entanto, moradores citados pela "Ians" relataram que a criança morreu por causa dos disparos dos guardas de segurança do candidato após o ataque com granada.

A Conferência Nacional tem uma longa trajetória e defende a permanência da Caxemira em território indiano.

O presidente da Conferência Nacional, Omar Abdullah, que apresentou sua candidatura no distrito de Ganderbal, fez sua campanha eleitoral em meio a um forte esquema de segurança.

Este é o primeiro ataque contra candidatos registrado na Caxemira desde 17 de novembro, quando começaram as eleições para a Assembléia regional da região e que acontecerão em sete fases, até 24 de dezembro.

A Caxemira está sob controle de um governador - representante do Governo central - desde julho, depois do rompimento da aliança formada pelo Partido do Congresso, que governa a Índia, e uma legenda regional, o Partido Democrático do Povo.

Os dois partidos, assim como a Conferência Nacional e o conservador hindu Partido Bharatiya Janata (BJP, Partido do Povo Indiano), são os principais adversários nas eleições para a Assembléia, composta por 87 parlamentares.

A Caxemira é o único estado indiano de maioria muçulmana, e os Governos de Índia e Paquistão disputam a região desde a independência dos dois países. EFE jrc/wr/rr

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG