Atentado com moto-bomba deixou 7 mortos na Colômbia

Segundo as autoridades, 73 pessoas ficaram feridas

EFE |

Um atentado realizado nesta quarta-feira com uma moto-bomba em frente a uma delegacia no município colombiano de Tumaco, no litoral do Pacífico, deixou pelo menos sete mortos e 73 feridos, confirmaram as autoridades locais.

Pedro Vicente Obando, secretário de governo de Narinõ, departamento onde fica o município atingido, disse à Agência Efe que três pessoas faleceram no lugar do acidente, duas perderam a vida na sala de cirurgia e outras duas morreram quando eram transferidas de avião a Cali.

A bomba, instalada em uma motocicleta em frente à delegacia de Tumaco, cidade portuária do departamento de Nariño, foi detonada por volta das 14h locais. Dos 73 feridos, 33 são casos graves, pelo que 12 deles foram transferidos a um hospital em Cali.

Do total, 24 são policiais que trabalhavam na delegacia e os outros são civis que se encontravam nessa transitada região de Tumaco, em grupo que compreende "homens, mulheres e crianças".

A Polícia Nacional da Colômbia oferece uma recompensa de 100 milhões de pesos (US$ 55 mil) a quem contribuir com informações sobre os autores do atentado.

No entanto, o ministro do Interior da Colômbia, Germán Vargas Lleras, já atribui o ataque à frente 29 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

    Leia tudo sobre: COLÔMBIA CONFLITO (Atualização)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG