Atentado com carro-bomba deixa pelo menos 20 mortos na Nigéria

Dois supostos terroristas explodiram bomba em zona comercial, perto de igreja. Nenhuma organização reivindicou autoria do ataque

EFE |

Pelo menos 20 pessoas morreram neste domingo em um atentado com carro-bomba na cidade de Sardauna Cresent, no estado de Kaduna, no norte da Nigéria. O comissário de Polícia local, Mohammed Gingiri Abubakar, confirmou o ataque, cometido por dois supostos terrorista suicidas.

Outro ataque: Norte da Nigéria é alvo de série de ataques em janeiro

A explosão, que aconteceu em torno das 6h30 (de Brasília) em uma zona comercial e de alto tráfego de veículos, atingiu sobretudo mototaxistas. "Posso ver cerca de 20 moto-táxis pegando fogo, retorcidos pela explosão, e estou certo de que seus donos não conseguiram sobreviver ao impacto.

Apesar de o comissário de Polícia não ter dado mais detalhes sobre o atentado, um representante da Cruz Vermelha que pediu para não ser identificado disse que várias pessoas foram internadas em hospitais da cidade. Nenhuma organização reivindicou até o momento a autoria do atentado.

Nesta semana, os Estados Unidos e o Reino Unido alertaram que a seita islamita Boko Haram, responsável pelos atentados no Natal de 2011, planejava atacar comunidades cristãs durante a Semana Santa. A igreja mais próxima do lugar da explosão, no entanto, está a cerca de 500 metros de onde estavam as moto-táxis. "É possível que os terroristas tenham detonado a bomba antes do tempo que pretendiam, enquanto seguiam rumo às igrejas próximas, a Igreja Evangélica da África Ocidental e a Igreja das Assembleias de Deus", disse um jornalista local.

Durante a missa de páscoa, o papa Bento 16 condenou os "sangrentos atentados" na Nigéria e a discriminação aos cristãos.

    Leia tudo sobre: Nigeriaatentadohomem-bomba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG