Atentado causou queda de helicóptero militar na Colômbia

Bogotá, 5 ago (EFE) - O helicóptero da Força Aérea Colombiana que caiu nesta segunda-feira no departamento do Tolima (centro) matando três ocupantes foi alvo de um atentado, informou hoje o general Jorge Ballesteros, comandante dessa entidade.

EFE |

Ballesteros declarou aos jornalistas que "foram encontradas evidências de um ato terrorista" nos destroços do helicóptero nesta segunda-feira à noite na colina El Paso, a 12 quilômetros da base aérea de Tolemaida, que, por sua vez, se encontra cerca de 120 quilômetros ao sudoeste de Bogotá.

O helicóptero, modelo Ranger, pertencia à Escola de Helicópteros das Forças Militares e as vítimas foram identificadas como o coronel Carlos Gutiérrez (instrutor), o subtenente Nicolás Bedoya (aluno) e o técnico subchefe William Zambrano Triana (tripulante).

Ballesteros explicou que no helicóptero foram encontrados "aproximadamente 100 metros de fio detonante que se acredita que estava conectado à carga e no momento da aterrissagem do helicóptero foi detonado, gerando como conseqüência este acidente".

Ele acrescentou que investigações procuram investigar se as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) seriam responsáveis pelo ataque. EFE gta/bm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG